Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no print

Rinite Alérgica

Somente quem tem rinite alérgica sabe o quanto esta alergia incomoda. O paciente refere que parace estar sempre gripado.  

Espirros ao acordar, coceira no nariz, no ouvido e na garganta. Mas o sintoma que mais incomoda é a obstrução nasal, que pode afetar o sono, o trabalho ou o rendimento escolar.

Além do tratamento farmacológico com antialérgicos, antileucotrienos e sprays nasais, existe também a chamada imunoterapia alérgeno-específica, ou seja, uma vacina.

Tratamento da rinite alérgica                                                                                                                                                                                                       

Na prática, é feito um exame para descobrir qual é a causa da alergia (geralmente os agentes causadores da rinite alérgica podem ser ácaros, epitélios de cães ou gatos, baratas ou fungos) e realiza-se a chamada imunoterapia.

A imunoterapia consiste em aplicar gradualmente quantidades maiores de um extrato alergênico em indivíduo alérgico .

Este tratamento, associado ao tratamento farmacológico permite uma melhora significativa na qualidade de vida do paciente alérgico.

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no print
Print